❤ Pets Sem categoria

Até um dia, Tareco.

9 Abril, 2017

Passaram três dias desde que ele faleceu, e ainda me custa acreditar que isto aconteceu… Como disse várias vezes, o Tareco era um gato que não era gato… Ele entendia o que lhe dizíamos, vinha ter connosco quando o chamávamos, dormia enroscado a nós e entendia quando nós também não estávamos bem. Não espero que todos entendam o porquê de ainda sentir uma dor tremenda, porque só quem realmente ama animais e os vê como membros da família, entende a dor que se sente.

No post anterior, tinha explicado que íamos retirar a algalia do Tareco na terça feira. Num update no facebook do blogue disse que ele estava a ficar melhor, mais sociável, comia e bebia muito bem. E estava mesmo tudo a correr super bem!

E assim foi, na Terça retiramos a algalia e no dia logo a seguir ele começa a vomitar… Depois com o passar das horas, começou a deixar de comer, de beber água e deixou de conseguir evacuar.

Foram dois dias negros, eu estava a fazer noite no hospital (quarta para quinta e quinta para sexta) e não fiz outra coisa se não o vigiar, se não contar a quantidade de vezes que vomitava, demos medicação para os vómitos, para ajudar a evacuar… Nada!

Começamos a dar água com uma pequena seringa e ele vomitava logo a seguir. Fui a correr para o veterinário, de lá para o outro medico para fazer uma ecografia. E eis que ele me diz o que eu tanto suspeitava… O Tareco tinha o ileosparalitico, por outras palavras, os intestinos deles deixaram de funcionar e isto levou a acumulação de resíduos dentro dele.

Enquanto que nas pessoas se coloca uma sonda que vai do nariz até ao estômago para tirar estes líquidos, a veterinária explicou-me que nos gatos isto não acontece. A única solução era com medicação e muita hidratação. E que se o gato não respondesse a esta ajuda… que já não havia nada a fazer. E foi o que aconteceu, o corpo do Tareco já não conseguiu responder à medicação e o melhor para ele, foi deixa-lo a dormir.

 A Pipoca também não ficou indiferente. Ela no dia a seguir não entrava no quartinho deles e quando lhe dei a comida húmida ela esperou imenso tempo. Querem saber porquê? Porque geralmente o Tareco comia sempre primeiro que ela, e ela esperou que ele aparecesse. Tive que por várias vezes dizer “Anda Pipoca, podes comer”. Ao fim de algum tempo, ela comeu, mas continuava a olhar para tudo que era sítio.

Custou-me horrores mexer nas coisas dele… Lavei tudo o que eram brinquedos, mantas, almofadas, cadeiras, sofás, camas. E para ser sincera a mantinha dele, escondia-a no baú porque ainda não tenho coragem de olhar para ela. A caixa de transporte ficou na carrinha dos meus sogros e não sei… mas acho que a vou dar. As recordações são demasiado dolorosas… E eu só quero guardas as memórias boas e o quão forte ele foi.

Mentalmente ainda chamo por ele e tenho aquela esperança que ele apareça… Mas não. Ele não vai aparecer mais.

E este texto acaba por ser o fecho deste capitulo mas não vou esquecer-me do ser que me acompanhou nos momentos mais importantes e complicados da minha vida. Até um dia meu pequenininho ❤

You Might Also Like

12 Comments

  • Reply Cátia Rodrigues 9 Abril, 2017 at 16:16

    Eu nem queria ler as tuas palavras porque o meu coração não ia aguentar 🙁 Muita força para vocês boneca, muita!

  • Reply Sofia Veloso 9 Abril, 2017 at 16:16

    Força linda eu sei o que é isso
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

  • Reply Ana Ribeiro 9 Abril, 2017 at 16:16

    Como sei o que isso é… Quando o Bruma partiu durante a primeira semana senti um vazio tremendo. Ele passava 24h por dia dentro de casa, onde eu estivesse ele estava lá. Dei-lhe a minha cadeira à mesa para ele estar deitado ao pé de nós em casa. E voltar a esse lugar foi estranho. Senti muito a falta dele e quando vejo fotografias dele ainda me lembro.

    Por isso, percebo-te bem. Pensa que o Tareco foi um gatinho super feliz enquanto viveu contigo e com os outros manos felinos; mas, infelizmente, para ele a partida foi o melhor. Uma forma de paz e de não estar a sofrer. Custa muito, mas ele está feliz neste momento, só por ter tido a oportunidade de ser amado por uma humana como tu. Força :). Beijinho.

  • Reply Miss L 9 Abril, 2017 at 21:44

    Força! 💓

  • Reply Cidade do Pecado 9 Abril, 2017 at 22:08

    Não sabia que ele tinha falecido e nem sabes o quanto me deixa triste saber disso. Soube que ele andava doente na altura em que descobri que o meu Neko também estava e desde o início que torci por ele da mesma maneira que torço pelo meu. Ficava feliz cada vez que dizias que ele apresentava melhoras.
    Pode parecer louco dizer isto, mas quem adora animais tanto torce pelo seu como pelo dos outros.
    Acredita que sei bem o quanto estás a sofrer neste momento e envio-te um mega abraço virtual. Força! O aperto no coração nunca passa a 100% mas abranda.

    Beijinhos

  • Reply Joana Sousa 12 Abril, 2017 at 11:55

    Oh Ana…novamente, muita força <3 não consegui ler isto sem chorar. Sei o que é perder um dos nossos, porque estes bichanos são muito nossos, e sei que dói horrores. Mas vais ver que daqui a uns tempos as lágrimas vão ser de uma nostalgia boa, por te lembrares de tudo o que ele tinha de bom e pela certeza de que foste a melhor cuidadora possível. Um grande beijo <3

  • Reply Mónica Silva 12 Abril, 2017 at 11:55

    Força querida!! Não quero nem imaginar o que estas a sentir mas tenho a certeza que a dor vai "melhorar" sim, porque nunca desaparece. Ele era uma gato super querido e amoroso e tenho a certeza que teve uma vida incrível ao teu lado e que ele estaria muito grato por isso!!

    Beijinhos querida!!
    Black Rainbow / Instagram

  • Reply Ana Eira 12 Abril, 2017 at 11:55

    Nestas situações precisamos de ter muita força, e encontrar uma paz interior muito grande para conseguirmos ultrapassar o mau momento! Para mim, que tenho um cão, sei o que é sentir essa dor (imagino) porque se um dia me calha a mim, também sei que vai custar horrores!
    Um beijinho muito grande e muita força querida,
    http://anamakeawish.blogspot.pt

  • Reply Jess and Rose 12 Abril, 2017 at 11:55

    Muita força! Por aqui conhecemos esse sentimento porque ambas já perdemos os nossos animais de estimação 🙁

    Beijinhos e muita força nesta semana**
    _________________________
    All The way is an adventure
    Jess & Rose Blog | Instagram | Youtube

  • Reply Pirilampos Marte 12 Abril, 2017 at 11:55

    Tu sabes que passei pelo mesmo à pouco tempo, ainda não ultrapassei a 100% .
    Portanto força…

    Beijinhos, Pirilampos
    http://www.pirilamposemarte.com

  • Reply Mii 12 Abril, 2017 at 11:55

    Lamento muito a tua perda, espero que consigas ultrapassar com muita força <3
    Não sei o que é perder um animal, e espero não saber tão cedo, mas desejo-te muita força.

    | BLOG | | GEDEIHEN |

  • Reply O Fabuloso Destino de Maria Amélia 13 Abril, 2017 at 20:56

    Vim cá espreitar para saber notícias do teu Tareco…
    Fiquei tão triste..
    Pesseguinha… é tão válido e legitimo que estejas um caco..
    Nada do que possa dizer, vai te dar algum alivio…
    Deixo-te apenas o meu amor e o meu profundo respeito pelos dias difíceis que estão a passar.

    Força <3
    Beijinho

  • Leave a Reply