❤ Pets Sem categoria

Animais de Estimação | Um Gato Chamado Tareco

22 Fevereiro, 2017

Em tempos fiz um post a partilhar alguns cuidados que tinha com os meus felinos. Mostrei a comida, a areia que uso, a bomba de água, mas parece que esses cuidados não foram os suficientes para o Tareco, que ultimamente tem andado doente. Antes de falar sobre o está a acontecer, quero partilhar fotos dele! Sim porque sou daquelas pessoas que têm fotos dos seus gatos no telemóvel e mostra a todos.

COM UNS MESINHOS E JÁ EM LISBOA
O Tareco veio para Lisboa pouco depois de eu já estar a morar cá. Ou seja, inícios de 2014. Ainda era pequenino e contrariamente ao que eu pensava, deu-se bem no apartamento. Ele foi o nosso primeiro animal de estimação, que não era animal de estimação. O Tareco pede colo, pede mimo, entende quando estamos tristes e não sai da nossa beira. Ele pede para abrir a porta da sala para ir para a janela, mia para a rua e olha para nós. Mia para ir à varanda e deitar-se ao sol, na sua mantinha. Quando chegava alguém, mesmo que com receio, passado um tempo de habituação… ele já estava ao colo dessa pessoa.

TARECO E PIPOCA
Mas de há uns tempos para casa, o comportamento dele mudou. Afastou-se de nós, da Mia e da Pipoca. Quando vinham visitas ele escondia-se deles e não lhes dava a mão. Até que do nada, começou a fazer xixi onde não era suposto (e ele nunca tinha feito isto). Pensávamos que era qualquer coisa com a caixa de areia, então trocamos de caixa de areia, trocamos de areia, trocamos a caixa de lugar.
Deixou de fazer essas marcas, mas de um dia para o outro deixou de comer, deixou de andar e queixava-se com dor quando mexíamos na barriga dele.
TARECO E PIPOCA
Foi na madrugada de sexta-feira que fomos às urgências de um hospital veterinário. Ficou internado, foi sedado, algaliado. Da urina só saía sedimentos e sangue… tanto sangue. Tinha uma obstrução da bexiga. Melhorou e passado dois dias veio para casa.
Durante esses dias, nós ficávamos as 24h a ver o comportamento dele, a ver se melhorava ou piorava, se ia à areia e se fazia algo. Voltou a vomitar e desta vez foi um vómito maior que ele, deixou de comer, de urinar e de evacuar. 
Desta vez a situação estava mais complicada, a obstrução da bexiga voltou e devido a isso ficou com uma insuficiência renal aguda… Foi novamente sedado, algaliado e desta vez ficou quatro dias internado.
Começou com uma ração própria para a situação dele, continuou a tomar a medicação. E aos poucos começou a voltar ao Tareco que conhecia… Aquele que pedia colo, brincava connosco, aninhava-se no nosso colo nas posições mais esquisitas mas que para ele… Eram as melhores. Ao fim ao cabo estava no nosso colo a receber mimos. Afinal, quem não gosta?
Ontem, fomos novamente com ele ao vet. e desta vez fez também uma ecografia que não foi nada amiga. O médico diz que com uma nova alteração na dieta, outro antibiótico e medicação para as dores que ele recupera. Mas também avisou logo que, se isto não funciona-se só uma ida ao bloco e nenhuma delas era bonita.
Afinal o que pode ter provocado isso? Até à data foram apontadas duas situações que podem ter disputado este problemas ao Tareco.
  • A primeira foi a ração que não era a mais indicada para ele (eu dava Friskies Gatos Interior)
  • A segunda poderá estar relacionada com o stress ou com alterações no seu ambiente. Cá em casa não tivemos alterações, mas começamos a notar num comportamento meio que agressivo por parte da Mia para com o Tareco.
O que é que podemos fazer?

  • Fora a medicação, cá em casa vamos adaptar uma nova dieta para ele que é só à base de carnes cruas (barf). 
  • A Mia tem que ir para um outro lar, neste caso, ficará com um familiar nosso assim consigo sempre saber como ela está) 
  • E continuar a obrigar o Tareco a beber água (por enquanto temos que ir dando à seringa… ele não gosta nada, mas precisa!)
O NOSSO PIMPÃO

Caso estejam a perguntar “e porque não vai o Tareco?”

O Tareco está doente, precisa de atenção e de pessoas que estejam ali para ele. Mesmo que encontre um lar, são poucas as pessoas que aceitam um gato doente que requer uma atenção elevada.
E depois, é o Tareco! Não me imagino sem ter o ter comigo… Ele fez parte de uma grande mudança na minha vida, na nossa vida. E por mais que goste da Mia, sei que ela ficará bem na casa para onde vai, tem espaço, pode correr, pode brincar à vontade.
Prestem atenção ao comportamento dos vossos pequenos, existem alterações que eles têm que indicam que algo não está bem… Nós pensamos sempre no mais óbvio, mas por vezes… não é o mais óbvio.
//
Este mês de Fevereiro tem sido assim: internamentos, uns seguidos aos outros. Primeiro o hubby, que felizmente está melhor e o agora o Tareco. E esse está mais complicado de melhorar. Sendo que todas estas situações requerem o pouco tempo que tenho fora do hospital, algo tem que ficar meio off. E tem sido o blogue e o sono. Espero em breve consiga voltar às publicações regulares, porque mais uma vez digo… coisas para partilhar e falar não me faltam.

You Might Also Like

19 Comments

  • Reply Joana Sousa 22 Fevereiro, 2017 at 12:58

    Aff. Espero que as coisas melhores daqui para a frente, Ana…e obrigada por este post. O meu Milo também tem alguns problemas de bexiga – de vez em quando há algum sangue na urina e quando anda assim ele faz sempre fora da caixa… o vet diz que é relativamente comum, para não me preocupar muito se for só isso, mas fico sempre com o coração nas mãos. E agradeço-te pela chamada de atenção, tenho mesmo que andar mais em cima dele. As melhoras para o teu Tareco <3

    Jiji

  • Reply Ana Filipa 22 Fevereiro, 2017 at 13:14

    O médico também nos tinha dito que geralmente é normal eles terem algumas alterações uma vez por outra e que quando fazem a eco, mal se nota. Mas no caso do Tareco está completamente o oposto, saí de lá com o coração nas mãos.
    Obrigada Jiji, e ainda bem que este testemunho já te deu um alerta.

    Beijinho para ti e para o Milo <3

  • Reply A lupa de alguém 24 Fevereiro, 2017 at 17:42

    Olá. eu também tenho um gato, é amarelo e chama-se Riscas. Entendo quando dizes que tens fotos dos teus e mostras a toda a gente, pois faço o mesmo.
    Espero que o Tareco melhore e fique bem. Obrigada pelos conselhos que dás em relação a estarmos atentos ao comportamento deles…

  • Reply Virgínia Ferreira 24 Fevereiro, 2017 at 17:42

    Oh tadinho do Tareco, as melhoras para ele. Tenho uma gatinha e tenho tanto medo que fique doente. Uma vez engoliu uma agulha (pensa na aflição) e sofreu bastante mas felizmente ficou bem.
    Beijinhos
    http://virginiaferreira91.blogspot.pt

  • Reply Cris Tavares 24 Fevereiro, 2017 at 17:42

    Olá Ana. Fico tão triste que o teu pequeno esteja doente. Também tenho uma menina na minha vida – que é o amor da minha vida – e até à data de hoje nunca tive problemas com ela. Já vai fazer dois aninhos e para mim continua a ser a minha bebé. *
    Desejo rápidas melhoras para o teu menino e que tudo fique bem o mais rápido possível.

    Beijinho ♥

    http://cristiana-tavares.blogspot.com

  • Reply Melanie Moreira 24 Fevereiro, 2017 at 17:42

    Espero que fique tudo bem minha querida!!

    Beijinhos
    That Girl

  • Reply NoOno Monteiro 24 Fevereiro, 2017 at 17:42

    Ohhh agora que estive a ler o post entendi a gravidade da situação espero mesmo que ele melhore.
    Vou estar atenta aos meus gatinhos também apesar de agora estarem bem, mas não sei se podem ficar doentes não é.
    E espero que a Mia se adapte também ao novo lar.
    Beijinhos!

  • Reply Ana Paula Cardoso 24 Fevereiro, 2017 at 17:42

    O meu Feijó também anda um bocadinho estranho… Já o apanhámos algumas vezes a marcar território, o que não é suposto, pois já está castrado há bastante tempo. A minha amiga veterinária diz que é por as gatas estarem no cio e há duas gatas no Rés-do-Chão.

    Beijinhos e a melhoras rápidas do Tareco :*

    ​Eléctrico 28:​​ Descobre o melhor que Lisboa tem para oferecer!

  • Reply As Coisas Dela 24 Fevereiro, 2017 at 17:42

    Espero que o teu gatinho melhore depressa! Beijinho*

  • Reply Sara Moreira 24 Fevereiro, 2017 at 17:42

    Pobrezinho 🙁 Uma coisa que aparentemente pode ser tão simples pode trazer consequências tão complicadas para um animal. Espero que ele melhore depressa e que fique feliz e contente e que a Mia também goste da mudança e se adapte perfeitamente e seja muito amada como o resto dos teus animais 🙂

  • Reply Miss B 24 Fevereiro, 2017 at 17:42

    As melhoras para o Tareco! É um fofo ele.
    Beijinhos & visita-me em:

    Porty's Diary – BLOG
    Porty's Diary – Facebook

  • Reply m-M 24 Fevereiro, 2017 at 17:42

    Leio-te de lágrimas nos olhos…

    1º porque me revejo a mim a ao meu Snape no amor que tens pelo Tareco. O Snape que está comigo desde os 2 meses, e já vamos para 6 anos juntos.
    Comigo já mudou de casa 3 vezes e já aceitou 2 irmãos. E não, eu não sei viver, nem quero imaginar tal, sem ele.

    2º porque me relembraste a nossa luta para salvar o Botinhas. Fico enormemente feliz (eu sei que parece estranho ler uma estranha dizer isto) que o teu Tareco esteja a recuperar e já esteja convosco em casa. Nós não conseguimos ir a tempo de fazer o mesmo pelo Botinhas (chegamos 3 dias "atrasados").

    Estou deste lado a torcer por vocês e pela família patudinha toda!
    ***

  • Reply Inês 24 Fevereiro, 2017 at 17:42

    As melhoras para os teus gatinhos e que toda esta situação desgastante passe depressa 🙂

  • Reply Sandra 24 Fevereiro, 2017 at 17:42

    🙁 Rápidas melhoras para o teu Tareco. Bjs *

  • Reply C. 26 Fevereiro, 2017 at 16:45

    Coitadinho do bichano… espero que esteja melhor!

    Beijinhos,
    O meu reino da noite ~ facebook ~ bloglovin'

  • Reply Andreia Ferreira 27 Fevereiro, 2017 at 21:02

    Olá!

    Antes de mais espero que o Tareco esteja a melhorar. Toda a minha vida tive gatos e não é fácil estas situações. Cada situação é um caso diferente, por isso fizeste bem ir ao veterinário e assim está a ser seguido. Os gatos, mesmo sentido-se mal não são muito de demonstrar à primeira… E mudanças, mesmo que tu aches que não mudas nada.. eles topam qualquer alteração mínima. Tenho 2 gatas cá em casa, ambas resgatadas da rua e ando sempre atenta mas também tenho a sorte de ter uma cunhada veterinária que, qualquer coisa que note de diferente, ligo-lhe logo e ela vai-me dando umas dicas.
    Boa sorte para o Tareco, e muitos mimos que ele agora bem que precisa!

    Beijinhos

  • Reply Elisabeth Rodriguez 27 Fevereiro, 2017 at 21:02

    A torcer para que o Tareco recupere rápido e tu as horas de sono (são bem necessárias!).
    Beijinho.

  • Reply Inês Monteiro 28 Fevereiro, 2017 at 23:45

    Oh coitadinho!
    As melhoras para o Tareco!
    Beijinhos

    O Planeta da Inês

  • Reply Bruna Morgan 3 Março, 2017 at 22:11

    Sinto muito pelo seu gatinho. Também tive um que ficou bem doentinho.
    Ele vai melhorar, não se preocupe <3 <3 <3

    bruna-morgan.blogspot.com

  • Leave a Reply